Seu acelerador de partículas

Sabia que você tem um acelerador de partículas dentro da sua casa? A sua TV ou monitor é um acelerador, pois contém uma coisa chamada TUBOS DE RAIOS CATÓDICOS (CRT, uma expressão inglesa cathode ray tube), que funciona colocando as partículas de elétron  no catodo, acelerando-as e mudando-as de direção, usando eletroímãs no vácuo e,assim, colidindo-as com moléculas de fósforo e essa colisão aparecerá numa tela. Depois de tudo isso, é gerado um ponto de luz, ou seja, um pixel, na sua TV ou monitor. Fantástico não é?

Os grandes aceleradores de partículas funcionam da mesma forma, só diferem “um pouquinho” no tamanho e as partículas são aceleradas “um pouquinho” mais rápido, quase na velocidade da luz e as colisões geram mais partículas subatômicas (dentro do átomo) e em vários tipos de radiações nucleares, numa explosão de feixes de luz.

Essas partículas se comportam como um surfista pegando uma onda: é a onda que o empurra. Assim, dentro do acelerador, no caso das partículas, elas são aceleradas por ondas, mas ondas eletromagnéticas. Quanto mais força elas tiverem ao baterem umas ns outras(energia) nas colisões, melhor a visão da sua estrutura através dos feixes de luz gerados por elas.

Para que entendam melhor, vou utilizar outra analogia. Num jogo de bilhar, antes de começar, juntamos todas as bolas num triângulo, de maneira que possamos, ao iniciar o jogo, bater com o taco, com toda força, e espalhar as bolas.

Da mesma forma, ao aumentarmos a velocidade das partículas, estamos aumentando a energia da partícula. Velocidade é uma forma de energia. Assim como no taco de bilhar, a velocidade é usada para aumentar essa energia (força).

Existem dois tipos de aceleradores: os lineares, em que as partículas viajam por um caminho longo e reto num tubo de cobre e o circulares, em que elas viajam ao redor de um círculo até se  colidirem.

Bom, esse é só o começo, mas, para entenderem um pouco melhor essa história e conhecer um pouco mais sobre colisores de partículas, como o famoso e maior colisor conhecido, construído em Genebra, Suíça, oLHC (Lader Hadron Collider), acompanhem os próximos artigos. É interessantíssimo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*